Copom faz novo corte: juro cai para 3% ao ano

0

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) do Brasil cortou a meta para os juros básicos (Selic) em mais 0,75 ponto nesta quarta-feira (6), para 3% ao ano.

A nova taxa de referência da economia brasileira passa a valer nesta quinta (7) e ficará em vigor por pelo menos seis semanas, quando os diretores da autoridade monetária voltarão a se reunir. Este é o nível mais baixo alcançado pela política de juros nacional desde 1999, quando o Brasil passou a adotar o Regime de Metas de Inflação.

Desde julho de 2019, quando a Selic estava em 6,5% ao ano e teve início o ciclo atual de reduções, os juros básicos vêm renovando o piso histórico, reunião a reunião.

No comunicado, a autoridade monetária escreve que “a pandemia da Covid-19 está provocando uma desaceleração significativa do crescimento global, queda nos preços das commodities e aumento da volatilidade nos preços de ativos”.

Para a próxima reunião, o Copom diz considerar a possibilidade de um novo corte de mesma magnitude, que encerraria o ciclo atual de ajustes com a Selic nos 2,25% ao ano. Dois membros do grupo defenderam que a dose completa do ajuste fosse feita desde já.

Esse novo corte, no entanto, está condicionado “ao cenário fiscal e à conjuntura econômica”.