Log in
A+ A A-

Prefeito de Paulínia, Dixon de Carvalho, e assessores são levados para depor no Ministério Público (atualizada)

Ministério Público e a Polícia Militar cumprem na manhã desta quinta-feira (9) mandados de condução coercitiva, quando a pessoa é levada a depor, contra o prefeito de Paulínia, Dixon de Carvalho (PP), secretários municipais e vereadores da cidade. A primeira-dama de Paulínia e parentes do chefe do Executivo também serão levados para depor.

"O prefeito de Paulínia foi levado apenas para prestar esclarecimentos."

Segundo o Ministério Público, as investigações da Operação Purgamentum são em relação aos contratos de coleta de lixo em cidades do estado de Minas Gerais e interior paulista. Os levantamentos tiveram início na 7ª Promotoria de Justiça de Passos (MG), e voltados para apuração de ilícitos de fraudes em licitações.

Estão sendo cumpridos ainda mandados de busca e apreensão na prefeitura de Paulínia e na vizinha Sumaré (SP), além de residências dos investigados. Policiais e promotores também estão na Câmara de Paulínia.

Segundo apuração da EPTV, afiliada da Rede Globo, mandados são cumpridos também em Batatais (SP), Monte Alto (SP) e Patrocínio Paulista (SP).

Last modified onQuinta, 09 Novembro 2017 12:27
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.