Logo
Print this page

Paulínia começa a vacinar moradores contra a febre amarela na zona rural

A vigilância Epidemiológica de Paulínia iniciou neste sábado (15) a vacinação contra a febre amarela na zona rural da cidade, que entrou na terça-feira (11) na área ampliada de risco para a doença.

Duas mil pessoas devem ser imunizadas nesta primeira etapa, sendo que na semana que vem a vacinação será nos condomínios próximos ao município de Campinas. O cronograma será divulgado nos próximos dias.

Como os técnicos foram de casa em casa, muitos foram pegos de surpresa nesta manhã.

“Eu estava sem saber como ia conseguir esta vacina. Agora eu estou protegida, graças a Deus”, comenta a trabalhadora rural Rosimeire Mariano.

A enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Paulínia Sandra Campos Soares disse que os moradores da zona rural e de outras áreas precisam aguardar a chega dos técnicos, já que a imunização está sendo feita de casa em casa.

“A prioridade agora é a zona rural”, ressalta a Sandra Soares.

Os técnicos também passaram em um pesqueiro e acabaram vacinando também clientes do local.

“Para nós foi ótimo porque nós estávamos pensando em viajar para a nossa cidade para vacinar, porque lá está imunizando”, comenta o consultor de vendas Sebastião Lima.

Em menos de uma hora cerca de 30 pessoas foram vacinadas no pesqueiro.

 

Paulínia teve comprovados dois casos de febre amarela silvestre, com uma morte. Os casos foram adquiridos em Minas Gerais, para onde um paciente e a vítima que faleceu viajaram no início do ano.

Template Design © Desenvolvido Por Paulínia News. Todos os direitos reservados