Prefeito decreta luto oficial de três dias em Campinas

0

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, decretou luto oficial de três dias em razão da tragédia que aconteceu no início da tarde desta terça-feira (11), na Catedral Metropolitana. O decreto já vale a partir de hoje.
Cinco pessoas morreram e quatro ficaram feridas depois que um homem abriu fogo ao final da missa que acontecia por volta das 13h.
Segundo o delegado Hamilton Caviolla Filho, do 1º DP de Campinas em coletiva de imprensa acontecendo agora no Centro da Cidade, o atirador tem documento de Valinhos, se chama Euler Fernando Grandolpho, tinha 49 anos e era analista de sistemas (foto acima). A motivação ainda está sendo apurada.

Notas de pesar
A Câmara Municipal de Campinas registrou seu pesar em relação à tragédia ocorrida nesta terça-feira na Catedral Metropolitana. “Neste momento de dor, nossa solidariedade às famílias e amigos dos atingidos por esta calamidade que entristece os corações de todos em nossa cidade”, diz a nota.

O presidente Michel Temer também se manifestou sobre o caso. “Profundamente abalado pela notícia desse crime cometido dentro da Catedral de Campinas, apresento minhas condolências aos familiares das vítimas. E rezo para que os feridos tenham rápida recuperação”, ele escreveu no Twitter.
O governador eleito de São Paulo, João Doria mostrou solidariedade nas redes sociais. “Minha solidariedade aos familiares das quatro vítimas que foram cruelmente assassinadas na Catedral Metropolitana de Campinas nessa tarde”.