Log in
A+ A A-

Ciclistas morrem atropelados na Bandeirantes

Dois ciclistas da região morreram atropelados por carro dirigido por um jovem sem habilitação e embriagado no acostamento da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), em Limeira, domingo de manhã. O empresário do ramo imobiliário de Americana Diogo Cia de Faria, de 38 anos, e o professor de Educação Física de Nova Odessa Márcio José Bechis, de 47 anos, morreram na hora. O condutor do veículo, Hyoran Gabriel de Oliveira, morador de Itu de 19 anos, capotou o carro em seguida, foi socorrido sem ferimentos graves e está preso.

De acordo com a Polícia Rodoviária, o acidente aconteceu por volta das 8h30 na altura do Km 146+500, sentido Capital. Oliveira invadiu o acostamento após perder o controle da direção numa curva, atingindo Faria e Bechis, e em seguida bateu na mureta, capotando o carro, um Corsa. O helicóptero Águia foi acionado e constatou a morte dos ciclistas. Já Oliveira foi socorrido pelo resgate da concessionária AutoBAn e encaminhado à Santa Casa da cidade, onde permanecia em observação sob escolta da Polícia Militar pelo menos até o fim da tarde de domingo. Segundo a Polícia Rodoviária, o bafômetro registrou 0,9 mg/L.

Por conta da perícia da Polícia Técnico-Científica, acionada pela Polícia Civil, uma faixa da pista ficou interditada por cerca de uma hora, no entanto, não houve registro de lentidão, conforme a Polícia Rodoviária.

A delegada plantonista Nilce Segalla afirmou que Oliveira foi preso em flagrante por homicídio doloso na direção de veículo automotor. "O dolo eventual não tem fiança, além do que estava embriagado, não tem carta e ele pegou os meninos no acostamento e continuou por mais dez a doze metros, momento em que bateu na mureta e virou o carro", explica.

Segundo a Polícia Rodoviária, é muito comum ciclistas usarem o acostamento da rodovia. "Tem muitas bicicletas todos os dias. Durante a semana principalmente de madrugada e de fim de semana durante o dia todo", conta o soldado Willian Rodrigues, que lembra outro acidente fatal registrado na Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), em Santa Bárbara d'Oeste, há quase três meses: o autônomo Mário Sérgio Martins foi atropelado por um carro quando pedalava no acostamento na altura da Bandeirantes. "É um esporte de risco, pela velocidade dos veículos, porque se acontecer algum acidente a chance de sobrevivência é pequena", frisa.

 

O corpo do professor está sendo velado desde domingo às 21h no Ginásio Municipal, em Nova Odessa, e será enterrado segunda-feira, às 16h, no Cemitério Municipal. Já o corpo do empresário será enterrado segunda-feira, às 17h, no Cemitério da Saudade, em Americana, onde ocorre o velório também desde as 21h de domingo.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.