Log in
A+ A A-

Ponte é goleada pelo Bahia em casa por 3 a 0

A Ponte Preta tomou um baile do Bahia, na noite de quarta, no Estádio Moisés Lucarelli, pela 13º rodada do Campeonato Brasileiro. Tomou um gol no comecinho da partida, outro no início da etapa final e mais um no apagar da luzes. Assim, levou uma goleada de 3 a 0, gols de Rodrigão (2) e Renê Jr, e se aproximou perigosamente da zona de rebaixamento.

O objetivo da Macaca era vencer para engatar uma sequência positiva, mas ficou bem longe disso. Agora, volta a campo no domingo, às 16h, em Porto Alegre, para encarar o Grêmio. Renato Cajá e Rodrigo, que não jogaram quarta-feira por motivo de suspensão, poderão voltar ao time.

O primeiro tempo foi intenso e com oportunidades para os dois lados. O Bahia foi logo mostrando o seu cartão de vista quando, aos 3', abriu o placar. Depois de falta batida pelo lado direito por Zé Rafael, Rodrigão levou a melhor com os zagueiros e completou de cabeça no canto oposto de Aranha: 1 a 0.

A Ponte se lançou toda ao ataque em busca do empate. Aos 11', Lucca bateu escanteio da direita, a defesa aliviou o perigo parcialmente e Fernandinho emendou chute forte de fora da área. A bola passou raspando o travessão. Dois minutos depois, Fernando Bob fez lançamento de craque e Claudinho apareceu por trás da zaga. Sozinho na área, ele chutou para fora a grande oportunidade.

O Bahia buscou o contragolpe e, aos 15', Régis recebeu passe em profundidade. Livre, finalizou de canhota, mas Aranha estava bem posicionado e segurou firme o perigo. A Macaca voltou ao ataque aos 18' depois que Lucca bateu falta da entrada da área e Jean saltou no canto para evitar o gol. Na batida do escanteio, Jean salvou o que seria o gol olímpico de Lucca.

A Macaca voltou para o segundo tempo com a intenção de empatar logo. Mas o que aconteceu foi exatamente o contrário. Aos 9', Matheus Reis deu um chutão do campo de defesa e encontrou Rodrigão no ataque. Entre os zagueiros, ele arrancou em direção ao gol, se livrou de Aranha e tocou para o fundo da rede: 2 a 0.

Com a vantagem ampliada, o time visitante se fechou todo na defesa e a Macaca não conseguiu encontrar brecha para tentar a virada ou até reduzir o prejuízo. Nos minutos finais, com as vaias da torcida, o time campineiro literalmente entrou em “parafuso” e não conseguiu concluir mais nenhuma jogada com eficiência.

E, para piorar, tomou o terceiro. Juninho recebeu na intermediária e achou Renê Jr pelo lado esquerdo da área. O ex-volante da Ponte encheu o pé e marcou 3 a 0, sem chances de defesa para Aranha. Foi a primeira vitória do Bahia como visitante no campeonato.

 

Mesmo com as mudanças feitas pelo técnico Gilson Kleina, a Ponte não conseguiu se impor, sofreu a segunda derrota como mandante e chegou ao quarto jogo seguido sem vitória no Brasileirão. Segue com 15 pontos.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.