Log in
A+ A A-
Polícia

Polícia (691)

Jovem consegue ligar para amiga durante estupro e criminoso é preso

Um homem de 27 anos foi preso em flagrante nesta segunda-feira em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, por estuprar uma jovem de 26 anos. A mulher havia acabado de deixar a academia, quando foi abordada pelo homem armado. Ela foi levada para um matagal da região e estuprada no local. Durante o crime, a vítima conseguiu pegar o celular e ligar para uma amiga. A jovem, que estranhou as palavras obscenas ditas pelo homem no fundo da ligação, procurou a delegacia da área e relatou o ocorrido.

De acordo com o delegado titular da 166ª DP (Angra dos Reis), Bruno Gilaberte, a ação da vítima e da amiga permitiram localizar o acusado.

— Durante o ato sexual, a vítima conseguiu acionar o telefone e botar uma amiga do trabalho para ouvir. Essa amiga ouviu algumas palavras obscenas ditas ao fundo, na voz de um homem. Ela achou estranho e foi à delegacia. Lá, ela narrou o que tinha ouvido no telefone. O pessoal da delegacia viu logo que se tratava de um caso de violência sexual e traçaram a rota que a vítima pegava da academia até em casa — contou.

O delegado afirmou, ainda, que ao mapear a rota perceberam que no Pontal, que é um bairro aqui de Angra, havia um local ermo, pouquíssimo frequentado, e logo suspeitaram que, se houvesse um estupro ocorrendo no caminho dela para casa, esse crime aconteceria mais ou menos naquela região.

— Eles colocaram a amiga na viatura e foram refazendo o caminho da vítima até chegar a esse local — explicou o delegado.

A polícia achou a bicicleta da vítima e, poucos metros à frente, o criminoso e a jovem foram encontrados juntos, andando à beira da rua. Diante da abordagem, o homem atirou contra os policiais, que revidaram, e a vítima escapou. O criminoso foi baleado na perna direita, mas tentou fugir, invadindo um condomínio e chegando à praia.

— Mesmo baleado, ele pulou dentro de um condomínio e conseguiu alcançar uma praia. Os policiais continuaram no encalço. Ele mergulhou e os policiais mergulharam atrás dele até que ele se rendeu e foi capturado — contou o delegado.

O criminoso está sob custódia no Hospital Geral da Japuíba. Ele já tinha passagem na polícia por furtos, injúrias, perturbação da tranquilidade e lesão corporal. Além da arma, ele também teve a mochila com drogas apreendida. De acordo com o delegado, após análise preliminar do caso, o homem deverá responder por estupro, tentativa de homicídio contra os policiais, porte ilegal de arma e tráfico de drogas. A vítima foi ouvida na delegacia e encaminhada para atendimento médico. Ela passará por exames no Instituto Médico-Legal.

— Ela estava extremamente abalada em virtude da violência sexual que sofreu. Inclusive, até com dificuldades para narrar o que aconteceu. Depois de muito custo e com muita habilidade, conseguimos conversar com ela. Ela será levada a um hospital para que receba atendimento médico — disse o delegado.

Homem é morto em bar após discussão sobre beijo em travesti e soco no rosto

Um homem foi preso em flagrante após matar a facadas um rapaz de 28 anos, dentro de um bar, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, nesta segunda-feira (15).

De acordo com o delegado Fabrício Linard, Ivo Barcelar dos Santos bebia no local, quando começou a discutir com a vítima, Wellington de Oliveira Pires, por conta de uma suposta brincadeira durante a madrugada.

Ivo teria insinuado que a vítima havia beijado uma travesti, e Wellington o agrediu com um soco no rosto. Conforme o delegado, Ivo saiu do bar e foi em casa, onde se armou com uma faca do tipo peixeira.

O suspeito voltou para o bar e continuou a beber. Segundo Linard, Ivo aguardou até que o movimento do estabelecimento diminuísse, para atacar Wellington.

A vítima, que era auxiliar de serviços gerais, foi golpeada várias vezes e morreu ainda no local. O corpo dele foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana. Ainda não há informações sobre sepultamento.

Ivo foi preso no início da manhã e levado para a Delegacia de Homicídios de Feira. O suspeito passará por audiência de custódia na tarde desta segunda, para saber se continua preso.

Criminosos roubam banco e deixam funcionário da agência com explosivo preso ao corpo

Criminosos assaltaram uma agência da Caixa Econômica Federal em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (15), e deixam um funcionário com o que seria um explosivo preso ao corpo, segundo a PM (Polícia Militar).

O tesoureiro da agência foi deixado no local com um colete que estaria com o suposto explosivo. Por volta das 12h45, ele deixou a agência já sem o colete.

O funcionário deixou o local em um carro da PM. Dez minutos depois, os homens do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) retiraram o colete da agência e levaram o item para ser analisado.

De acordo com a PM, os criminosos estavam em um carro. Eles sequestraram o tesoureiro, entraram com ele no banco, anunciaram o assalto e disseram que o ele estava com bombas amarradas ao corpo. Funcionários da agência entregaram mochilas com dinheiro, e os criminosos fugiram.

A agência está localizada na avenida João Dias, próximo a uma loja de material de construções.

Segundo o capitão do Gate Daniel Cossani, o tesoureiro, identificado como Vinícius, foi pego na frente da casa dele e sequestrado por volta das 8h.

"De fato, tinha um artefato. É grande a possibilidade de ser explosivo. A gente vai a um local seguro para definir se era ou não era. No banco não dava para fazer o teste", disse.

"Fomos acionados às 10h30. De fato, havia risco a vida do Vinicius. A gente conseguiu separar o artefato, graças a Deus. A gente fez um raio-x. Tinha indícios, e a gente vai fazer um teste de eficácia em um local seguro", disse.

Os policiais demoraram cerca de 30 minutos para retirar o artefato. "É uma ação muito delicada. Precisa de muita técnica e cautela. Graças a Deus, deu tudo certo, ninguém ficou querido. Nem ele [tesoureiro], nem policiais", disse.

"Ele [vítima] estava tranquilo. Colaborou o tempo inteiro, não entrou em desespero", afirmou.

Segundo a PM, os criminosos fugiram em um carro após o roubo. O motorista do carro fugiu. Um passageiro que teria trocado tiros com os policiais, foi alvejado na perna e encaminhado ao pronto-socorro do Hospital do Campo Limpo. Ele será detido. Ainda não se sabe quanto os criminosos levaram nem se o dinheiro foi recuperado.

Enquanto homens do Gate retiravam o colete do corpo do tesoureiro, funcionários da agência aguardam do lado de fora da agência.

Acompanhados por membros do sindicato, eles dizem que foram orientados a informar à população que houve um problema de segurança no local e que a agência não vai funcionar hoje.

 

Criminosos metralham ônibus que levava presos no Paraná

Criminosos metralharam, na noite de quarta-feira (10), um ônibus que levava presos. A situação aconteceu em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba.

O ônibus foi parado no Contorno Leste, na BR-116, por volta das 22h. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), 12 homens armados com fuzil e pistolas desceram de três carros. Eles procuravam por um detento.

Todos os presos foram obrigados a sair do ônibus e a deitar na grama. Os criminosos, então, metralharam o ônibus, mas não encontraram o detento.

Um dos carros usados foi incendiado, e outro abandonado às margens da rodovia. Os homens fugiram no outro veículo.

Os presos são do regime semiaberto da Colônia Penal Agrícola – que fica em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba – e durante a madrugada trabalham em uma metalúrgica. Ninguém ficou ferido na ação.

Até agora, os criminosos não foram localizados.

 

 

Polícia divulga nome de suspeitos de esquartejar crianças em ritual satânico

Polícia Civil irá responsabilizar "bruxo" e seis discípulos supostamente envolvidos no esquartejamento de duas crianças em Novo Hamburgo, em 2017

Com metáforas religiosas indicando revelações divinas e auxílio de profetas, o delegado Moacir Fermino divulgou, nesta segunda-feira (8), as identidades e os detalhes do caso que envolve duas crianças esquartejadas em ritual satânico em Novo Hamburgo. A coletiva de imprensa conturbada gerou polêmica ao atribuir a Deus a solução e uma reunião emergencial da chefia da Policia Civil.

Os investigadores chegaram a sete suspeitos – o “bruxo” e seis discípulos, que tiveram suas prisões preventivas decretadas pelo Judiciário. Três estão foragidos, entre eles o argentino apontado como responsável por pegar os irmãos em seu país de origem.

Conforme a investigação, Sílvio Fernandes Rodrigues, 44 anos, é o “bruxo” e mestre que teria comandado o ritual. As crianças teriam sido mortas pelos demais participantes. 

O dono do site “Templo de Lúcifer”, em que ele mesmo conta que ganhou prêmios e circulou pelo mundo levando seus conhecimentos, teria determinado o valor a ser pago pela magia, a necessidade de duas crianças de mesmo sangue e o passo a passo de como tudo deveria ocorrer.

Também preso, Jair da Silva, empresário e morador de Novo Hamburgo, é apontado como o principal “cliente”, que teria encomendado o suposto ritual de prosperidade após ter sido apresentado por seu sócio, Paulo Ademir Norbert da Silva, que está foragido. Os R$ 25 mil pagos à vista ao bruxo teriam sido divididos pela dupla – que apesar do sobrenome em comum, não têm parentesco. Eles atuam no mercado imobiliário, de revenda de carros e comércio de melancias.

Dois filhos de Jair teriam participado do ritual: Andrei Jorge da Silva, que está preso, e Anderson da Silva, que é procurado. Havia pistas de que Anderson e Paulo estavam em Cidreira, mas, quando a polícia chegou ao local na semana passada, eles tinham fugido. 

Márcio Miranda Brustolin, que foi detido por último, na sexta-feira passada, também teria envolvimento no ritual, como discípulo do bruxo.

O último procurado é o argentino Jorge Adrian Alves. Casado com uma brasileira e depois de ter morado em outros Estados, estaria vivendo em Novo Hamburgo e trabalhando para os empresários. O estrangeiro teria sido incumbido pelos sócios gaúchos de trazer duas crianças para serem sacrificadas. A suspeita é de que Jorge tenha trocado os dois irmãos, raptados de uma localidade pobre da província de Corrientes, no país vizinho, por um caminhão roubado no Brasil.

Suspeitos negam participação

Os sete serão indiciados por duplo homicídio – com possível agravante de tortura. Em depoimentos, todos os envolvidos negaram participação no crime e também disseram que não se conheciam. Apenas um deles teria advogado – mas o nome não foi divulgado.

Não seria à toa o total de participantes no ritual: a polícia apurou que sete é um número cabalístico para os fiéis do satanismo. Os passos da magia também foram executados de sete em sete dias, de acordo com a lua. A primeira etapa determinada pelo “bruxo” teria sido dada a Jair: o empresário teve de ir a uma igreja evangélica e “renunciar a Deus” para então poder “seguir o diabo”, segundo Fermino:

– Ele teve que, na frente do altar, pingar uma gota de sangue sua em cima de uma Bíblia. Nós apreendemos diversas Bíblias ao longo da investigação e vamos tentar encontrar essa prova material também.

A data em que a renúncia foi feita ainda é desconhecida, assim como a da morte das crianças. Depois de levadas ao templo de Sílvio, no dia do ritual, elas teriam sido amarradas em dois pedestais.

Detalhes do ritual

Uma testemunha que teria visto o ritual disse que, enquanto os discípulos se ajoelhavam e se curvavam “ao diabo”, o bruxo falava idioma desconhecido. O delegado acredita ser aramaico pelo fato de Sílvio ser fiel ao deus Moloch.

Durante o ritual, a menina, com 10 ou 12 anos, foi ferida a facadas. A polícia acredita que ela estava viva, devido às marcas de luta corporal. O garoto foi alcoolizado – laudo apontou 15 vezes o limite da Lei Seca.

– Um adulto com essa quantia de álcool poderia entrar em coma, imagina uma criança – disse Fermino.

Uma prestadora de serviços é considerada “testemunha-chave”. A mulher presenciou, por acaso, parte do ritual em uma obra no bairro Lomba Grande, em Novo Hamburgo, próximo ao local onde partes dos corpos foram encontradas. Segundo o diretor de Polícia Metropolitana, delegado Fábio Motta Lopes, a mulher trabalhava no local onde uma das partes do ritual aconteceu. Ela teria retornado à obra para buscar pertences que havia esquecido.

O depoimento dela foi confirmado por meio de laudos periciais. Ela relatou que havia uma criança com dificuldades de andar e permanecer em pé.

– Era uma pessoa que não teria motivo para fantasiar, inventar história – descreve Motta Lopes.

Há, ainda, a hipótese de que os discípulos tenham bebido sangue e comido a carne das vítimas, além de abusos sexuais, que serão analisadas. Depois, partes dos corpos teriam sido congeladas no templo e desovadas em pontos estratégicos, em terras dos empresários, a cada sete dias, em busca de prosperidade.

Autoridades da Argentina foram acionadas e devem colaborar com as investigações. A principal expectativa é pela identificação das crianças.

'Centro de reabilitação' de usuários de drogas possuía plantação de 550 pés de maconha

Foram encontrados 550 pés de maconha e três quilos da droga pronta para o consumo em um local que se passava por centro de reabilitação para usuários de drogas e álcool em Londrina, no norte do Paraná. O balanço foi divulgado pela Polícia Militar (PM), nesta segunda-feira (8).

A plantação foi descoberta pelo Corpo de Bombeiros na tarde de domingo (7). Ao atender uma ocorrência de incêndio no local, os agentes encontraram mudas e pés de maconha. A polícia informou que encontrou documentos autorizando o funcionamento da atividade, no entanto ninguém foi localizado no espaço.

O delegado chefe de Londrina, Osmir Ferreira Neves Junior, detalhou que o casal responsável pelo local será intimado a depor na delegacia. Até esta segunda, nenhum envolvido na produção e comercialização da droga havia sido preso.

A polícia detalhou que o casal já havia sido alvo de uma operação de combate ao tráfico de drogas em Belém, no Pará. A PM acredita que devido a essa operação, o casal migrou a produção para o norte do Paraná.

Segundo a Polícia Militar, a maconha era cultivada em estufas, com ar condicionado, ventiladores e iluminação.

“Era uma equipe especializada porque tinha equipamento para medir a umidade, a temperatura, a química da água da terra... Equipamentos sofisticados”, explicou o tenente da Polícia Militar Emerson Castro.

No local, também foram encontrados extratos bancários, documentações de venda da droga, papéis e outros objetos com a logomarca da droga, além de revistas e guias de orientação para a produção da planta. Os agentes também encontraram papeis de eventos de divulgação.

“A qualidade da droga era garantida pela logomarca, que estava em bonés, adesivos e em um vasto material de promoção do entorpecente”, explicou o tenente da PM.

Pastor é preso suspeito de abuso sexual contra garota de 11 anos

Segundo polícia, crime foi descoberto depois que ele tentou seduzir outra menina, de 12, mas ela contou caso ao padrasto. Vítimas frequentavam igreja do idoso, que nega acusações.

Um pastor de 77 anos foi preso nesta quarta-feira (3) suspeito de abusar sexualmente de uma garota, de 11 anos, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, os crimes, negados por ele, eram cometidos no condomínio onde eles moravam e foram descobertos depois que outra menina, de 12 anos, também foi assediada. No entanto, ela relatou o caso ao padrasto, que passou a monitorar o idoso e o denunciou.

De acordo com o delegado Maurício Passerini, responsável pelo caso, a menina contou que era abusada na residência do pastor há pelo menos quatro meses, sendo o último episódio em dezembro do ano passado. Ele oferecia doces para ganhar sua confiança. Ela disse que não contou nada antes por medo.

"Um dia ele tentou investir também na garota mais velha, que contou ao seu padrasto. Ele então passou a observar as atitudes do pastor e viu quando a criança de 11 anos saia da casa do pastor", disse o delegado.

As famílias, que frequentam a igreja onde o pastor realizava os cultos, foram a delegacia e denunciaram o caso. Conforme Passerini, foi solicitado um mandado de prisão, deferido pelo Poder Judiciário no último dia 22 de dezembro.

No entanto, ao saber que era investigado, o pastor fugiu. "Ele disse que foi passar as festas de fim de ano na casa de parentes em Planaltina (DF). Mas acreditamos que ele estava fugindo", afirmou o delegado.

O pastor, que é casado, foi preso próximo a casa do único filho, também em Luziânia. Na ocasião, ele negou os crimes.

O idoso está detido no presídio da cidade. Ele responderá pelos crimes de estupro de vulnerável contra a garota mais velha e importunação ofensiva ao pudor conta a mais velha. Se condenado, pode pegar uma pena que varia entre 8 e 15 anos.

Turista é baleado no rosto durante roubo e tira com a mão projétil da boca: 'Milagre'

Vítima foi alvejada quando saía da praia em Guarujá, no litoral paulista. Criminosos fugiram.

Um turista de 36 anos foi baleado no rosto e retirou sozinho a bala que ficou alojada entre os dentes durante um roubo em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele estava com a família e diz ter sido um "milagre" ter sobrevivido. Em entrevista ele disse que, ao chegar ao hospital, os médicos também ficaram surpresos com a situação inusitada.

O caso ocorreu na orla do bairro Enseada, logo após a passagem de ano, na madrugada de segunda-feira (1º). Marcel Ribeiro Ramos estava acompanhado do irmão, da namorada, de um amigo e dos pais, quando foi surpreendido por dois rapazes. Segundo os envolvidos, pelo menos um deles estava armado.

"Vieram para cima de mim me empurrando, e minha reação instintiva foi empurrar de volta. Em seguida, senti uma explosão no rosto, como se algo tivesse me atingido, e os caras fugiram. Fiquei desnorteado, pensei que fosse um rojão", relata Ramos, morador da capital paulista e que já esteve na cidade em outras ocasiões.

"Meu amigo foi quem percebeu que tinha sido um tiro, mas não teve coragem de me contar. Viu a pólvora saindo da arma. Ele me segurou pelo braço, eu coloquei a mão na minha boca e achei o projétil. Na hora, fiquei extasiado, pois, naquele instante, eu tinha quase morrido. E não aconteceu por um milagre".

Ele foi socorrido pelos familiares à residência onde estavam hospedados, nas proximidades, e em seguida levado a um hospital particular. "Os médicos não acreditavam direito como não estava tão inchado, como os dentes tinham segurado. Foi algo de muita sorte. Praticamente não aconteceu nada", afirma Marcel.

A bala atravessou a bochecha dele, próximo ao lábio, e parou em um dos dentes, que ficou trincado. "Eu fiquei entre a vida e a morte. Quando você sofre uma violência desse tamanho, parece que um pedaço de amor seu morre. Eu fiquei um dia muito triste, chorando à toa. Mas a vida tem que seguir".

O caso foi registrado horas depois na Delegacia Sede da cidade, por onde deverá ser investigado. Os dois criminosos, que fugiram em meio à multidão, conseguiram levar um crucifixo de uma correntinha que Marcel usava. "Não ostentei. Era algo muito discreto. Foi um presente da minha mãe", finaliza.

Bando invade velório, rouba caixão, incendeia corpo e registra imagens do crime

Homens mascarados invadiram um velório que ocorria na noite desta terça-feira, no bairro Sapiranga-Coité, em Fortaleza, e incendiaram o corpo de um jovem de 22 anos que havia sido morto no dia de Natal, celebrado nesta segunda-feira. Ainda não há informações se os criminosos estão relacionados ao assassinato investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da capital do Ceará.

Nas redes sociais, circulam imagens registradas pelo bando que, segundo os investigadores, seria de uma facção criminosa que pratica tráfico de drogas na cidade. O vídeo mostra o momento em que foi efetuado o crime de vilipêndio de cadáver. A DHPP explicou que é possível que a investigação da segunda ação contra o jovem continue sob sua competência caso seja comprovada a relação entre o homicídio e a invasão ao velório. No entanto, caso não haja essa ligação, o caso deve ficar a cargo da delegacia da área onde ocorria o velório.

A delegacia informou ainda que as imagens divulgadas pelos bandidos podem, inclusive, auxiliar nas investigações do homicídio de Anderson da Silva, que completou 22 anos na quarta-feira da semana passada. Ele foi morto na Travessa Rosana, no bairro Edson Queiroz, também em Fortaleza. O jovem respondia por um crime cometido em 2014. Não há informações sobre outros antecedentes. Foi preciso realizar uma nova perícia no corpo, segundo a Polícia Civil. Acredita-se que a motivação do assassinato tenha sido a disputa pelo tráfico de drogas em Fortaleza.

De acordo com o delegado plantonista no 26º Distrito Policial, essa não foi a primeira vez que criminosos invadiram um velório que acontecia na cidade com o intuito de incendiarem o corpo. Ele recordou um caso ocorrido há poucos anos quando bandidos interceptaram um corpo numa estrada para cometerem o mesmo crime.

 

 

Jovem de 25 anos é morta pela namorada a facadas em SP

Uma mulher foi morta pela namorada na tarde desta terça-feira (26), dentro de um lava-rápido, no Centro de Jarinu (SP).

De acordo com a Polícia Militar, a vítima, Janaina da Silva, de 25 anos, sofreu uma facada no peito e outra no pescoço durante uma discussão por ciúmes no local onde trabalhava. Após o crime, a agressora Patrícia Pereira Rodrigues, de 44 anos, fugiu do local.

Policiais militares e civis procuram a suspeita na região da rua Hermínio Contesini. O caso foi registrado na delegacia e a família da vítima deu detalhes sobre o relacionamento das duas mulheres à investigação.

 

Subscribe to this RSS feed
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.