Log in
A+ A A-
Notícias Bizarras

Notícias Bizarras (589)

Ladrões são enganados e roubam caixa cheia de fraldas usadas

Irritada depois que um grupo de ladrões furtou um pacote com um pijama, uma mãe, moradora do Oregon, nos Estados Unidos, resolveu pregar uma pegadinha nos bandidos. Ela os atraiu novamente para sua casa para que, dessa vez, eles levassem uma caixa cheia de fraldas usadas.

Angie Boliek teve um pacote com um pijama de Natal que ela comprou para seu filho Ben, de apenas quatro meses, furtado da porta de sua casa.

"Acho que começou a temporada de furtos. Recebi um e-mail da loja dizendo que o pacote havia sido entregue, mas nem cheguei a recebê-lo", contou ao canal de TV "KATU".

Furiosa por ter perdido o presente, ela bolou um plano para enganar os bandidos. Boliek pegou uma caixa, a encheu com fraldas sujas e usadas e a colocou na frente de casa, com a certeza de que o pacote também seria furtado.

Dito e feito, os bandidos levaram a caixa e, provavelmente tiveram uma surpresinha desagradável quando abriram para ver qual era o resultado do furto.

"Bem, meu filho ficou doente na semana passada. [A caixa] estava bem nojenta", disse. "Quis fazer minha vingança passiva-agressiva."

Boliek e seu marido procuraram a polícia para dar queixa do furto. O casal pretende instalar uma câmera de segurança na frente da casa.

 

Homem é preso na Índia por usar meias fedorentas em ônibus

A polícia da Índia informou que prendeu um homem cujas meias fedorentas provocaram uma briga entre ele e outros passageiros em um ônibus.

Eles afirmaram à BBC que prestaram queixa contra Prakash Kumar, de 27 anos, por "causar incômodo público".

O incidente ocorreu durante uma viagem de ônibus à capital do país, Nova Délhi, depois que o jovem retirou sapatos e meias.

O odor era tão ruim que outros passageiros pediram a Kumar que as colocasse em uma sacola ou as jogasse fora.

Mas ele teria se recusado, provocando uma discussão acalorada.

Passageiros forçaram, então, o motorista a parar em uma delegacia de polícia no Estado de Himachal Pradesh, no norte da Índia, onde prestaram queixa.

Segundo o jornal local Hindustan Times, Kumar alegou que suas meias não estavam cheirando mal, e que a briga foi "sem motivo".

A polícia afirmou que o jovem foi libertado sob fiança.

 

Cavalo é ‘preso’ e passa a noite em delegacia por dar coice em um carro

Um cavalo foi 'preso' pela Policia Militar na cidade de Nossa Senhora Aparecida (SE), após dar um coice em um veículo durante a realização de uma cavalgada no início na noite deste domingo (12). A informação foi confirmada pelo comandante do policiamento no município.

Segundo o engenheiro civil e proprietário do animal, Wiliam Francisco dos Santos, ele estava com o cavalo quando outras pessoas pediram para passear com o animal. “Como sou conhecido de muitas pessoas, não vi problema em emprestar. Um rapaz saiu para dar uma volta e o cavalo se assustou e deu um coice, que atingiu o veículo de uma mulher da cidade de Ribeirópolis. Em seguida, um policial pegou o cavalo e o levou para a delegacia”.

Wiliam diz que se ofereceu para levar o animal, mas o policial se recusou e informou que ele só seria liberado nesta segunda-feira (13). “Quando eu cheguei na delegacia o cavalo estava em uma cela, como se fosse um marginal. Ele estava sem comida, sem água e em um espaço onde não podia ser mexer. A noite eu levei comida, mas hoje de manhã não me deixaram alimentá-lo”, desabafou.

“Não existe nenhum procedimento contra mim, mas prenderam o meu cavalo. Estou registrando um Boletim de Ocorrência e vou entrar na Justiça. Precisei pedir ajuda para uma ONG de proteção aos animais para tentar soltá-lo. O que só aconteceu na tarde desta segunda-feira. Ele foi liberado, mas está mancando de tanto ficar sem se mexer”, denuncia.

A representante da ONG Educação Legislação Animal (Elan), Nazaré Morais, registrou um Boletim de Ocorrência referente aos maus tratos em virtude do cavalo ter ficado em um local inadequado.

Sobre os danos causados pelo coice do cavalo no veículo, William informou que nesta terça-feira (14) vai comparecer à delegacia no município de Ribeirópolis, onde a dona do carro reside para acertar o pagamento dos danos.

O capitão da Polícia Militar, Vagno Passos, comandante do policiamento no município, disse que o animal passou a noite na delegacia porque o dono se recusou a admitir a responsabilidade e culpou a motorista por ter estacionado na área da festa. “O cavalo deu um coice na porta de um veículo, sendo utilizado como meio para cometer o crime de dano. E foi conduzido à delegacia para que fosse realizado o procedimento”, disse.

O capitão negou que o animal sofreu maus tratos, mas admitiu que ele passou a noite na delegacia. “Ele ficou em uma área de serviço, recebeu água, alimento e não foi maltratado. Não ficou na área externa por questões de segurança, pois poderia ser roubado. Somente hoje o proprietário do animal assinou um termo de reponsabilidade sobre o dano e o cavalo, e o animal foi solto”, finalizou.

Vovó peladona de 91 anos espanta ladrão que invadiu sua casa

Uma vovozinha de 91 anos espantou um ladrão que invadiu sua casa em Yarmouth, no estado americano de Massachusetts, na última terça-feira (24). O mais curioso da história é que Patricia Mulkeen estava completamente pelada quando botou o bandido para correr.

Para o marido da idosa, Jack, esse foi o motivo que fez o invasor se assustar e sair correndo.

"Minha mulher de 91 anos sai da cama totalmente pelada. Daí um jovem rapaz nos seus vinte anos olha essa mulher de 91 pelada. É o suficiente para fazê-lo desmaiar. É um choque", disse Jack ao canal de TV 7News.

Tudo começou quando Patricia escutou um barulho estranho. Seu cãozinho, Pepper, um terrier de 12 anos, começou a latir freneticamente. A idosa, então, resolveu investigar e saiu da cama pelada com uma lanterna na mão.

Foi quando ela encontrou Joseph Parent, de 28 anos. O invasor apenas se desculpou e saiu correndo. Mais tarde, ele foi encontrado pela polícia e acabou preso por invasão de domicílio e posse de drogas.

 

Ladrões expulsam funcionários e "administram" mercadinho por um dia inteiro

 

Uma quadrilha formada por quatro homens "sequestrou" um supermercado, em Malmo, na Suécia. Os bandidos expulsaram os funcionários e, simplesmente, administraram o comércio por um dia inteiro.

Após tentativas frustradas de extorquir os donos do mercado, a quadrilha decidiu tomar conta do local.

"Eles entraram no mercado e o tomaram. Desse jeito. Eles expulsaram os funcionários e continuaram a deixar o mercado aberto, vendendo os produtos. Eles sequestraram um mercado", disse o chefe da polícia local Mats Attin ao jornal Sydsvenskan.

Segundo Attin, os clientes nem perceberam a mudança de donos. Os bandidos chegaram a, até mesmo, repor o estoque das prateleiras. A única mudança é que os ladrões só aceitavam pagamento em dinheiro e disseram que o sistema de cartão estava quebrado. Eles permaneceram no comércio por cerca de 24 horas.

"Eu trabalho em Malmo há muito tempo e nunca vi nada igual a isso", contou Attin.

Os quatro homens, entre 21 e 28 anos, foram presos e vão responder processo por, ao menos, dois crimes.

 

Mulher de 150 quilos mata menina ao se sentar sobre ela

Uma mulher de 150 quilos foi acusada de assassinato na Flórida por ter matado uma garota de 9 anos ao sentar-se sobre ela como forma de castigo. As informações sobre o caso foram divulgadas na mídia local nesta terça-feira.

Veronica Green Posey, de 64 anos, foi presa e acusada de homicídio e crueldade contra um menor, informou "The Pensacola News Journal", periódico da Flórida. A polícia do condado de Cambria afirmou que a vítima era a prima de Veronica.

Paramédicos e oficiais de Justiça correram para a casa da família em Pensacola após um telefonema ser feito para serviços de emergência. Veronica contou aos agentes que ela se sentou sobre a menina Dercika Lindsay como punição "porque ela estava fora de controle".

O relatório da polícia diz que, durante o incidente, a menina disse a Veronica e aos pais — que também se encontravam em casa naquele momento — que não conseguia respirar. Quando a moça se levantou, a criança já não estava consciente. As autoridades dizem que Veronica chamou de serviços de emergência e tentou ressuscitar a Derika.

O relatório de prisão diz que os pais da pequena, Grace Joan Smith e James Edmund Smith, são acusados de negligência com menor.

Grace Smith chamou Veronica, que é sua sobrinha, para ir à sua casa ajudá-la a disciplinar a criança, de acordo com o relatório. Ela contou aos investigadores que Veronica atingiu Derika com uma régua e um tubo de metal antes de se sentar sobre ela.

Já James Smith disse aos investigadores que Veronica sentou-se sobre a menina por alguns minutos antes de ela reclamar que não podia respirar e que se levantou somente dois minutos depois disso.

 

Homem foge para a floresta e passa 10 anos por lá porque estava cansado de seu casamento

Um inglês de 62 anos revelou que passou 10 anos vivendo em uma floresta para fugir da própria mulher. Malcolm Applegate ficou casado por três anos, antes de decidir que seu relacionamento estava fazendo mal a ele mesmo.

Foi quando o sujeito decidiu sair de Birmingham, onde morava com a mulher, para ir a Londres. Toda a viagem demorou três semanas e meia porque teve de ser feita a pé, já que a bicicleta de Applegate foi roubada durante o percurso.

"Eu fiquei três anos casado. Neste período, tudo correu bem. Nos dávamos bem. Mas, ela ficou cheia do meu serviço de jardineiro. Ela dizia: 'por que não temos tempo um para o outro?' Mas eu estava trabalhando e era indicado por vários clientes", contou Applegate à imprensa britânica.

As reclamações da mulher foram aumentando até chegar ao ponto que o jardineiro resolveu fugir para Londres. Como refúgio, Applegate foi morar em um camping, junto com duas outras pessoas, em uma floresta perto de Kingston, ao sudoeste da capital inglesa.

Para ganhar dinheiro, ele seguiu trabalhando como jardineiro, em um centro comunitário para idosos. E Applegate viveu assim por 10 anos. Além de perder contato com a mulher, o inglês também parou de falar com parentes. Tanto que sua irmã achou que tivesse morrido. Recentemente, ele entrou em contato com ela e agora os dois estão bem.

Depois de sair da floresta, Applegate foi morar em um abrigo para sem-teto em Greenwich, ao sul de Londres. O inglês continua trabalhando como uma espécie de faz-tudo do local. E diz que, apesar de não ter uma casa, vive bem.

"Eu tenho um ótimo quarto e posso trabalhar e ter uma vida social ativa. Adoro viver aqui", contou.

 

Ladrão fica preso durante roubo e chama a polícia na Holanda

"De vez em quando os ladrões fazem nosso trabalho ficar realmente fácil", disseram os policiais.

Um homem que invadiu um edifício para roubar na cidade holandesa de Nederweert teve que chamar a polícia depois de ter ficado preso, informou nesta terça-feira o site de notícias "Dutchnews".

O homem, que estava embriagado, tinha invadido a propriedade durante a madrugada, mas depois que a porta do edifício fechou e ele não viu possibilidades para escapar, resolveu escalar o telhado e chamar a polícia.

"Pelo telefone ele tentou contar uma bela história, mas sua presença na propriedade às 4h45 e o alerta recibido em nossa central deixaram claro que na realidade queria entrar para roubar", explicou a polícia da província de Limburgo em sua página do Facebook.

"De vez em quando os ladrões fazem nosso trabalho ficar realmente fácil", disseram.

A polícia o conduziu para delegacia e, após comprovar que o homem tinha bebido tanto que não sabia o que fazia, ele acabou liberado.

Policiais encontram prefeito dirigindo cortador de grama com uma cerveja na mão

O prefeito de uma cidade no interior da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, se envolveu em uma polêmica após ter sido flagrado dirigindo um cortador de grama segurando uma lata de cerveja.

John Garder, prefeito da cidade de Aynor, foi gravado por uma câmera de segurança instalada em um carro da polícia.

Quando foi parado pelos agentes, na noite do dia 25 de agosto, ele pediu desculpas. O policial pegou a lata e jogou toda a cerveja fora.

Agora, o político afirma que a latinha estava fechada quando foi parado pela polícia.

"Pelo que eu saiba, estava fechada. Eu me lembro de ver o policial abrindo e jogando o conteúdo fora", afirmou em entrevista concedida na última sexta-feira (8).

Gardner, que busca a reeleição neste ano, contou que estava indo abastecer seu cortador de grama após ter aparado o jardim da casa de sua sogra. Ele diz que comprou a cerveja na loja de conveniência do posto.

Além disso, o prefeito jura que o problema foi que seu cortador de grama não tinha faróis e, apenas por isso, foi parado.

"Tudo não passou de um mal-entendido", afirmou. 

Leitora devolve livro com 36 anos de atraso a biblioteca na Escócia

Um livro foi devolvido a uma biblioteca com 36 anos de atraso na Escócia.

A biblioteca Shetland postou uma foto do livro, que foi emprestado em 10 de outubro de 1981.

É um exemplar de "Highland Folk Ways", de I. F. Grant.

A usuária disse que encontrou o livro, ainda em bom estado, quando fazia faxina em casa e ficou "envergonhada" do esquecimento.

 

Subscribe to this RSS feed
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.