Ponte ganha de goleada do Sport

Além de Clayson, Lucca e Nino Paraíba marcaram os gols da Ponte Preta, que somou os primeiros três pontos na competição. Já o Sport, que poupou alguns titulares porque vai disputar o primeiro jogo da final da Copa do Nordeste, contra o Bahia, na quarta-feira, em Recife (PE), na Ilha do Retiro. A final do Campeonato Pernambucano contra o Salgueiro vai acontecer somente dia 18 de junho. O segundo no Interior, porque na ida houve empate por 1 a 1.

Quem ficou na frente do banco de reservas neste domingo foi o auxiliar João Brigatti, já que Gilson Kleina ficou de fora porque ainda tinha uma partida de suspensão para cumprir em relação ao ano passado, quando estava no Goiás.

MACACA COMEÇA BEM

A partida no Majestoso começou bastante equilibrada, com a Ponte Preta apostando na velocidade de Clayson e Lucca. Já o Sport tinha um pouco mais de posse de bola.

A primeira oportunidade do jogo veio aos dez minutos. Lucca cobrou escanteio fechado e quase surpreendeu Magrão, que espalmou para longe.

Aos 19 minutos, a Macaca criou a melhor chance do jogo até então. Clayson deu grande passe para Lucca, que, de frente para Magrão, exagerou na força e mandou por cima.

Na sequência, Everton Felipe cobrou e Matheus Ferraz, livre de marcação, cabeceou para fora. Lucca, mais uma vez, apareceu nas costas da zaga rubronegra e bateu fraco.

Após cobrança de escanteio de Lucca, Naldo subiu na primeira trave e cabeceou para fora. Melhor em campo, a Ponte Preta abriu o placar aos 40. Ravanelli cobrou escanteio na segunda trave e Lucca subiu bem, cabeceando no cantinho de Magrão. Quatro minutos depois, João Lucas foi na linha de fundo e cruzou na cabeça de Nino Paraíba, que ampliou.

VIROU PASSEIO

Em vantagem no placar, a Ponte Preta voltou mais tranquila do intervalo e passou a valorizar a posse de bola, explorando o contra ataque com Lucca e Clayson. Aos nove, Clayson arriscou de fora da área e Magrão fez defesa segura. O Sport não conseguia oferecer perigo ao goleiro Aranha.

Aos 16, Elton arriscou de longa distância e a bola passou por cima do travessão sem assustar Magrão. Em seu jogo de despedida - deve se apresentar no início da próxima semana no Corinthians -, Clayson ampliou para a Ponte Preta aos 27 minutos em cobrança de pênalti.

O gol acabou com qualquer chance de reação do Sport.

Na sequência, Juninho recebeu dentro da área e na hora de chutar foi travado por Marllon. O terceiro gol da Macaca desanimou o time pernambucano, que quase viu o quarto dos donos da casa. Lucca recebeu dentro da área e cruzou na marca do pênalti. Elton pegou torto e mandou para fora.

Nos acréscimos, Nino Paraíba recebeu passe em profundidade pela direita e cruzou para dentro da área. A bola passou por Magrão e encontrou Clayson, que apenas teve o trabalho de completar para o fundo das redes.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo no próximo domingo pela segunda rodada do Brasileirão. A Ponte Preta vai até o Rio de Janeiro enfrentar o Botafogo, às 18 horas, no Nilton Santos, enquanto o Sport recebe o Cruzeiro, às 19 horas, na Ilha do Retiro, em Recife.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.