Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

Luxemburgo diz não à Ponte Preta

  • Written by 
  • Published in Esportes

 

 

 

A escolha do novo treinador da Ponte Preta vem se transformando em um verdadeiro conclave no Estádio Moisés Lucarelli. Por "objetivo de carreira", porque espera convite de um grande clube de São Paulo, Vanderlei Luxemburgo disse não. Por isso, a diretoria se viu obrigada a partir para um plano B, C ou D, que possa agradar a maioria dos "cardeais" da Macaca.

Vadão, que recentemente, deixou a seleção brasileira feminina, tem aprovação de uns e reprovação de outros, assim como Ney Franco, Doriva, Jorginho, Adilson Batista, Levir Culpi e até Gilson Kleina.

Entre os que decidirão o nome do novo comandante estão — pela ordem de peso no voto — o presidente de honra Sergio Carnielli, os vice-presidentes Hélio Kazuo e Giovanni Dimarzio, o presidente Vanderlei Pereira e o gerente de futebol Gustavo Bueno.

O assunto, que continua agitando os bastidores do Majestoso, só deve ser resolvido hoje. Enquanto isso, o auxiliar técnico João Brigatti aproveita seus momentos de alegria pela vitória como interino sobre o Ituano, por 1 a 0, em Itu.

Nas redes sociais, o ex-goleiro alvinegro teve seu nome enaltecido por centenas de pontepretanos ontem e até pedidos para que fosse efetivado no cargo. Mesmo assim, garante que não pensa nisso. "Sou funcionário da Ponte Preta como auxiliar técnico. Vislumbro ser técnico um dia, mas estou me preparando e ainda falta muito para isso", disse.

O profissional, de 51 anos, passou por todos os times de base da Macaca, chegou à Seleção Brasileira Sub-20, foi titular do time profissional, treinador de goleiros e hoje é auxiliar-técnico.

Por isso, como profundo conhecedor do clube afirma que paixão é o que move a Macaca. "Vivo a Ponte Preta há muitos anos e sei que sempre foi muito difícil. Quando acontece esse tipo de vitória (como foi contra o Ituano, sofrida e no finalzinho) o torcedor sai com a alma lavada. Estou muito feliz de ter proporcionado essa alegria para a torcida" , contou.

Enquanto não for decidido o novo técnico, Brigatti seguirá no comando. "A liderança do Grupo D nos deixa muito felizes e encaminha uma classificação que será muito importante", comemora. "Tivemos uma vitória com cara de Ponte e é isso que a torcida quer ver. Se perdermos muito gols, isso são detalhes, o que importa é o resgate do time", completa.

 

A Macaca volta a campo domingo, às 16h, no Moisés Lucarelli, para enfrentar o Corinthians, que passa por um momento tenso no Paulistão.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.