Log in
A+ A A-
Dinheiro / Economia

Dinheiro / Economia (589)

Caixa paga na sexta-feira abono do PIS para trabalhador nascido em novembro

A Caixa Econômica Federal começa a pagar - a partir da próxima sexta-feira (17) - o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos em novembro. Os valores variam de R$ 79 a R$ 937.

O abono estará disponível para os inscritos há pelo menos cinco anos no PIS e que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

No total, os recursos liberados chegam a mais de R$ 1,2 bilhão para 1.778.726 pessoas. Para obter informações sobre o valor a receber, o trabalhador pode acessar o site www.caixa.gov.br/PIS ou ligar para o telefone: 0800 726 0207. Quem tem conta na Caixa receberá o benefício automaticamente a partir de hoje (14).

O trabalhador com o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento do banco. Quem não tem o cartão e não tenha recebido automaticamente em conta, o abono pode ser retirado em qualquer agência da Caixa, basta apresentar o documento de identificação.

Aneel autoriza reajuste nas contas de luz de consumidores do DF, GO e SP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (17) reajustes nas contas de luz dos consumidores atendidos pela Companhia Energética de Brasília (CEB) e pela Celg Distribuição (CELG D), que fornece energia para o estado de Goiás.

O reajuste médio foi de 7,35% nas tarifas da CEB. Para consumidores conectados à alta-tensão, o aumento será de 8,46%, e para a baixa tensão, a alta será de 6,84%.

No caso da CELG D, o aumento médio foi de 14,65%, sendo 15,89% para os consumidores da baixa tensão e 12,03% na alta. Os novos valores passarão a ser cobrados no próximo domingo (22).

A CEB atende a 1,05 milhão de unidades consumidoras no Distrito Federal. Já a CELG tem uma base de aproximadamente 2,8 milhões de unidades consumidoras.

São Paulo

Durante a reunião desta segunda-feira a Aneel também autorizou o reajuste no tarifário anual nas contas de luz para consumidores do estado de São Paulo. Terão aumento de 24,37% na conta de luz os clientes da Bandeirante Energia S.A., que atende a 1,8 milhão de unidades consumidoras.

Também terão aumento na energia as cerca de 1,6 milhão de unidades consumidoras da Companhia Piratininga de Força e Luz (CPFL) – Piratininga, cujo reajuste médio será de 17,28%. Os novos valores passarão a ser cobrados no dia 23 de outubro.

Para calcular o reajuste do tarifário anual, a Aneel considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais e atualização dos custos típicos da atividade de distribuição.

Nota Fiscal Paulista libera hoje R$ 687,7 milhões em créditos

Valor pode ser usado para quitar o IPVA de 2018

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo vai liberar nesta terça-feira (17),  R$ 687,7 milhões em créditos da Nota Fiscal Paulista. Para consumidores e condomínios participantes do programa serão distribuídos R$ 642,7 milhões. As entidades sem fins lucrativos terão R$ 45 milhões em créditos para resgate.

Os créditos correspondem às compras realizadas no 2º semestre de 2016. O cálculo dos valores levou em conta o pagamento do percentual de até 20% do ICMS efetivamente recolhido pelo estabelecimento aos consumidores que efetuaram compras e solicitaram a inclusão do CPF/CNPJ no documento fiscal. Os valores liberados ficam disponíveis por cinco anos para resgate. 

IPVA

No mês de outubro os consumidores podem utilizar os créditos do programa para abater ou quitar o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2018.

Neste caso, é preciso solicitar essa opção no site do programa Nota Fiscal Paulista (www.nfp.fazenda.sp.gov.br)  até o dia 31 de outubro. O veículo deve estar no nome do usuário cadastrado no programa para que a opção seja válida.

Receita Federal paga 5º lote de restituição do Imposto de Renda 2017

Receita Federal paga nesta segunda-feira (16) as consultas ao quinto lote do Imposto de Renda de Pessoas Físicas de 2017. Este lote também inclui restituições residuais de 2008 a 2016.

Ao todo, serão pagos R$ 3 bilhões para 2.420.458 contribuintes. Os depósitos serão feitos em 16 de outubro. Segundo a Receita, R$ 99,28 milhões serão liberados para 2.849 contribuintes idosos ou com deficiência física ou mental, que têm prioridade por lei em receber os valores.

Consulta

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve fazer a consulta no site da Receita. A consulta também pode ser feita pelo telefone 146.

A Receita também oferece aplicativos para tablets e smartphones, que permitem a consulta às declarações do Imposto de Renda.

O prazo para envio da declaração de IR 2017 terminou às 23h59 de 28 de abril. A Receita informou ter recebido 28.524.560 de declarações.

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR

Malha fina

No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 771 mil declarações estavam retidas na malha fina do IR de 2016 devido a inconsistências nas informações prestadas.

Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas.

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora.

Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

Caixa tem lucro líquido de R$ 4,1 bilhões no primeiro semestre

A Caixa Econômica Federal registrou lucro líquido de R$ 4,1 bilhões no primeiro semestre de 2017, com crescimento de 69,2% em relação ao mesmo período do ano passado. No segundo trimestre, o lucro líquido totalizou R$ 2,6 bilhões, com avanços de 62,8% em 12 meses e de 73,9% na comparação com o primeiro trimestre deste ano.

Segundo o banco, o aumento no resultado foi gerado pelo crescimento da margem financeira, pela redução nas despesas com provisão para devedores duvidosos, por avanço nas receitas com prestação de serviços e no controle das despesas administrativas e de pessoal.

Em junho, a carteira de crédito da Caixa alcançou saldo de R$ 715,9 bilhões, um avanço de 3,5% em 12 meses e participação de 22,8% no mercado. O crescimento das operações de habitação, saneamento e infraestrutura e crédito consignado foram os principais responsáveis pela evolução da carteira no período, disse o banco.

O índice de inadimplência encerrou o semestre com redução de 0,7 ponto percentual em 12 meses, alcançando 2,51%, permanecendo abaixo da média de mercado de 3,74%.

As receitas com prestação de serviços totalizaram R$ 6,2 bilhões no trimestre, um avanço de 11,3% em relação ao segundo trimestre de 2016. No semestre, as receitas com serviços cresceram 12,5%, totalizando R$12,2 bilhões. Os principais destaques foram as receitas de crédito, administração de fundos de investimento e convênios e cobrança que cresceram, respectivamente, 13,3%, 16,9% e 21,5% em 12 meses.

De acordo com o banco, as despesas de pessoal alcançaram R$10,7 bilhões no semestre, com aumento de 6,4% em 12 meses, desconsiderando o impacto do Plano de Demissão Voluntária Extraordinária (PDVE) feito no primeiro trimestre.

Crédito habitacional

A carteira imobiliária alcançou saldo de R$ 421,4 bilhões, um aumento de 7% em 12 meses. Os créditos concedidos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) representam R$ 221,9 bilhões. Já as operações de crédito com recursos da Caixa, pelos Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo, apresentam saldo de R$ 199,5 bilhões. A Caixa ganhou 1,3 ponto percentual de participação no mercado imobiliário, mantendo a liderança com 68,1% de participação.

Gasto do INSS com benefícios pagos a mortos passa de R$ 1 bilhão

Os gastos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) com beneficiários que já morreram foi de aproximadamente R$ 1,1 bilhão em 2016. O dado tem como base um relatório técnico elaborado pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União e foi divulgado nesta segunda-feira (18) em reportagem do portal UOL.

O valor gasto é referente a pagamentos de aposentadorias e pensões. No ano passado, o rombo da Previdência atingiu o maior patamar desde 1995, ficando em R$ 149,73 bilhões, de acordo com dados oficiais. Para 2017, o governo estima que o déficit possa chegar a cerca de R4 184 bilhões.

Em agosto deste ano, um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) apontou que a Previdência gasta cerca de R$ 56 bilhões por ano com fraudes e erros. O estudo foi feito a partir do cruzamento de dados de uma força-tarefa composta pela Secretaria de Previdência, Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal e os ministérios do Trabalho e do Desenvolvimento Social. Após análise de especialistas solicitada pelo próprio TCU, o órgão concluiu que um em cada 10 benefícios é pago ao beneficiário com erros ou fraude.

Reforma

Atualmente, o governo do presidente Michel Temer tenta aprovar no Congresso um texto de reforma da Previdência. O relatório foi aprovado em comissão especial da Câmara dos Deputados e aguarda votação em plenário. Diante da dificuldade do governo para obter os votos necessários à aprovação da reforma, algumas lideranças da base chegaram a sugerir que os temas mais polêmicos fossem votados posteriormente.

Na última semana, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles disse que as atenções do governo agora devem estar voltadas para a votação da reforma. “Temos agora uma votação da maior importância, que é a votação da reforma da Previdência, e todos devemos estar com a atenção concentrada nisso, porque será de fato importantíssimo para a economia brasileira neste e nos próximos anos”, afirmou o ministro.

Magazine Luiza prevê abrir 60 lojas em 2017, mas descarta RJ

O Conselho de Administração do Magazine Luiza aprovou a realização de uma oferta pública de distribuição primária e secundária inicial de 24 milhões de ações ordinárias. A varejista informou ao mercado que a operação pode gerar 1,894 bilhões de reais, tendo como base a cotação de fechamento dos papéis em 8 de setembro, de 78,92 reais.

Parte dos recursos a serem obtidos na oferta de ações será utilizada para abrir 60 lojas este ano, informou a presidente do Conselho da rede, Luiza Trajano. “A maioria será localizada no Nordeste, em lugares que ainda não estamos”, disse a empresária.

Segundo ela, a meta coincide com o aniversário da empresa, que faz 60 anos em 2017. Até agora no ano, a Magazine Luiza já abriu mais de 30 lojas.

“A abertura está concentrada no Nordeste porque lá a gente comprou uma rede e acabamos de fechar o ciclo onde não tem loja”, disse ela.

O Magazine Luiza, comandado pelo seu filho Frederico Trajano, possui hoje 818 lojas espalhadas pelo país, mas ainda não está no Rio de Janeiro. Luiza disse que a tia, uma das fundadoras e hoje com 91 anos, tem medo dos casos de violência no Rio de Janeiro, especialmente envolvendo roubo de cargas. “Mas vou trazê-la ao Rio para ela ver como a cidade é linda”, afirmou.

Trajano descartou a possibilidade de a Magazine Luiza fazer novas aquisições no mercado e investimentos serão feitos na área de tecnologia. “Vamos crescer organicamente. A fase de comprar acabou. Temos comprados sites e empresas pequenas”, disse ela.

Luiza não quis comentar sobre a operação anunciada hoje ao mercado “para não atrapalhar”, mas confirmou que a família vai vender 10% das ações.

Ela observou que a economia brasileira está mostrando sinais de melhora, com a queda de juros e consequente crédito mais barato, o que ajudou no resultado do primeiro semestre da empresa. “A gente vem de um semestre bom. Fomos bem até agora e espero que continue”, disse a executiva.

Megaoperação da Receita combate comércio irregular no centro de São Paulo

A Receita Federal realiza hoje (11), na região central de São Paulo, a primeira etapa da Operação Setembro, que visa a combater o comércio irregular na cidade. A ação deve durar até o fim do mês e conta com a participação do Ministério Público Federal, da prefeitura de São Paulo e da Guarda Civil Metropolitana.

A operação cumpre mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal, a pedido da Receita Federal e da Procuradoria da República em São Paulo. A estimativa é de que sejam vistoriadas cerca de 900 lojas e apreendidas mais de 800 toneladas de mercadorias avaliadas em R$ 300 milhões, resultado de contrabando, descaminho e falsificação.

A região central da capital paulista tem vários polos de comércio de mercadorias irregulares que se misturam a estabelecimentos que atuam legalmente, como as ruas 25 de Março e Santa Ifigênia. Esses locais recebem compradores e fornecem a lojas de todo o país.

Segundo a Receita, além da questão fiscal e da concorrência desleal, o comércio irregular alimenta esquemas de lavagem de dinheiro, corrupção e escravidão.

Atuam na Operação Setembro 25 auditores fiscais, 80 analistas tributários da Receita Federal e 100 guardas civis metropolitanos. Durante a ação, a prefeitura também vai avaliar as condições de funcionamento dos estabelecimentos quanto à documentação e segurança.

Inflação no ano é a menor desde início do Plano Real, diz IBGE

O resultado histórico no ano ocorre após o IPCA ter registrado alta de 0,19% no mês de agosto, a menor variação para o mês desde 2010.

A inflação acumulada nos oito primeiros meses do ano foi de 1,62%, a menor taxa para o período desde a implantação do Plano Real, em 1994. Os dados referentes ao IPCA foram divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira. A meta perseguida pelo governo para este ano varia entre 3% e 6%, por causa da margem de tolerância – o centro é de 4,5%.

O resultado histórico no ano ocorre após o índice de preços ter registrado alta de 0,19% no mês de agosto, a menor variação para o mês desde 2010. Em julho, a alta nos preços havia sido de 0,24%. A inflação acumulada em 12 meses até agosto é de 2,46%.

Apenas dois dos nove grupos monitorados pelo IBGE apresentaram queda no último mês, o de alimentação (1,07%) e o de comunicação (0,56%). Segundo o IBGE, a principal queda nos preços foi da alimentação, que teve o quarto mês consecutivo de baixa em razão da safra recorde. “Os destaques foram: feijão-carioca (-14,86%), tomate (-13,85%), açúcar cristal (-5,90%), leite longa vida (-4,26%), frutas (-2,57%) e carnes (-1,75%).”, diz o instituto. No grupo comunicação, o destaque ficou com as contas de telefone celular que ficaram, em média, 1,57% mais baratas.

Entre as altas, os destaques foram nos transportes (1,53%) e na habitação (0,57%). A alta no primeiro grupo foi causada pelo aumento nos combustíveis, e praticamente anulou a queda no preço dos alimentos. “O litro do etanol ficou, em média, 5,71% mais caro. Já a gasolina subiu 7,19% em razão do aumento na alíquota do PIS/COFINS em vigor desde julho e da política de reajustes de preços dos combustíveis.”, disse o IBGE.

A inflação em ritmo fraco é um dos motivos que tem levado o Comitê de Política Monetária (Copom) a reduzir a taxa básica de juros, a Selic. O comitê anunciará na tarde desta quarta o novo patamar dos juros, após reunião. Os economistas estimam que haverá novo corte de 1 ponto porcentual, com a taxa indo de 9,25% para 8,25%. O aumento menor nos preços também é apontado por especialistas como fator que fez as famílias consumirem mais no 2º trimestre do ano, contribuindo para alta do PIB divulgada na última sexta-feira.

 

Concursos públicos oferecem 12.399 vagas com salários de até R$ 27,5 mil

Os concursos públicos oferecem 12.399 vagas em várias regiões do país. Existem oportunidades em diversos cargos, destinadas a candidatos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações iniciais podem chegar a R$ 27.500,17, dependendo da função desejada.

Clique aqui para ver a lista completa de concursos disponíveis nesta semana, com todas as opções.

Principais concursos públicos

Tribunal Regional Federal da 5ª Região (AL, CE, PB, PE, RN e SE)- Vagas: 20 / Escolaridade: nível superior / Salário: R$ 27.500,17 / Inscrição: até 26/9

Defensoria Pública do Estado de Alagoas (AL) - Vagas: 15 / Escolaridade: nível superior / Salário: R$ 26.125,16 / Inscrição: até 6/9 

Defensoria Pública do Estado do Acre (AC) - Vagas: 15 / Escolaridade: nível superior / Salário: R$ 20 mil / Inscrição: até 12/9 

São Lourenço do Oeste (SC) - Vagas: 11 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 1.042,06 a R$ 17.526 / Inscrição: até 4/9

Nova Aurora (PR) - Vagas: 29 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 955,48 a R$ 14.629,57 / Inscrição: até 13/9

Itanhaém (SP) - Vagas: 192 / Escolaridade: níveis médio, técnico e superior / Salário: R$ 1.065 a R$ 13.799 / Inscrição: até 5/10 

São Bernardino (SC) - Vagas: 4 / Escolaridade: níveis médio e superior / Salário: R$ 1.721,80 a R$ 13.207,84 / Inscrição: até 27/9

Capelinha (MG) - Vagas: 81 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 937 a R$ 13.082,05 / Inscrição: até 14/9 

Indaial (SC) - Vagas: 139 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 1.204,16 a R$ 13.065,75 / Inscrição: até 25/9 

Santo Antônio do Gama (MG) - Vagas: 75 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 937 a R$ 12.540 / Inscrição: até 3/10 

Platina (SP) - Vagas: 4 / Escolaridade: níveis fundamental e superior / Salário: R$ 937 a R$ 12.101,01 / Inscrição: até 10/9

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Araguaia (Cisa-MT) - Vagas: 59 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 1.124,40 a R$ 11.910,67 / Inscrição: até 5/9

Açailândia (MA) - Vagas: 1.057 / Escolaridade: níveis médio, técnico e superior / Salário: R$ 1.146,86 a R$ 11.377,64 / Inscrição: até 4/9 

Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (RJ) - Vagas: 11 / Escolaridade: níveis médio, técnico e superior / Salário: R$ R$ 7.260,41 a R$ 11.345,90 / Inscrição: até 28/9 

Cabo de Santo Agostinho (PE) - Vagas: 2.242 / Escolaridade: níveis fundamental, técnico, médio e superior / Salário: R$ 937 a R$ 10.885,09 / Inscrição: até 21/9

Tribunal Superior do Trabalho (TST-DF) - Vagas: 52 / Escolaridade: níveis médio e superior / Salário: R$ 6.376,41 a R$ 10.461,90 / Inscrição: até 22/9

Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (CE) - Vagas: 1 / Escolaridade: níveis médio e superior / Salário: R$ 6.376,41 a R$ 10.461,89 / Inscrição: até 13/9

Tribunal Regional Eleitoral (TO) - Vagas: 10 / Escolaridade: níveis médio e superior / Salário: R$ 6.376,41 a R$ 10.461,90 / Inscrição: até 2/10

Espírito Santo do Turvo (SP) - Vagas: 13 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 942 a R$ 10.315 / Inscrição: até 4/9

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC) - Vagas: 58 / Escolaridade: níveis fundamental, médio, técnico e superior / Salário: R$ 2.403,07 a R$ 10.043,67 / Inscrição: até 26/9

Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - Vagas: 82 / Escolaridade: nível superior e pós-graduação (mestrado ou doutorado) / Salário: R$ 2.654,37 a R$ 10.043,67 / Inscrição: até 5/9 

Quilombo (SC) - Vagas: 8 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 1.014 a R$ 9.990 / Inscrição: até 8/9 

Petrobras (AL, AM, ES, RJ, RN, SP, SE) - Vagas: 954 / Escolaridade: níveis médio, técnico e superior / Salário: R$ 2.179,85 a R$ 9.786,14 / Inscrição: até 4/9 

Universidade Federal Fluminense (UFF) - Vagas: 50 / Escolaridade: nível superior e pós-graduação (mestrado ou doutorado) / Salário: R$ 2.236,30 a R$ 9.585,67 / Inscrição: até 28/9

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) - Vagas: 18 / Escolaridade: nível superior e pós-graduação (doutorado) / Salário: R$ 2.425,37 a R$ 9.585,67 / Inscrição: até 22/9

Polícia Militar do Estado do Paraná (PM/PR) - Vagas: 10 / Escolaridade: nível médio / Salário: R$ 3.213,61 a R$ 9.544,44 / Inscrição: até 14/9 

Instituto de Previdência Social dos Servidores de Barueri (SP) - Vagas: 14 / Escolaridade: níveis médio e superior / Salário: R$ 3.412 a R$ 9.396 / Inscrição: até 21/9

Universidade Federal do ABC (UFABC) - Vagas: 40 / Escolaridade: níveis superior e doutorado / Salário: R$ 9.114,67 / Inscrição: até 1º/11 

Universidade Federal da Bahia (UFBA) - Vagas: 181 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 1.945,07 até R$ 8.361,32 / Inscrição: até 14/9

Samu (PR) - Vagas: 42 / Escolaridade: níveis médio, técnico e superior / Salário: R$ 1.596,16 a R$ 8.050,38 / Inscrição: até 11/9

Alpestre (RS) - Vagas: 24 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 919,40 a R$ 8.044,75 / Inscrição: até 4/9

Brazópolis (MG) - Vagas: 14 / Escolaridade: níveis fundamental e superior / Salário: R$ 1.014 a R$ 8.000 / Inscrição: até 6/9

Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP) - Vagas: 4 / Escolaridade: níveis médio e superior / Salário: R$ 1.183,78 a R$ 7.778,03 / Inscrição: até 8/9 

Conselho Federal de Farmácia (DF) - Vagas: 62 / Escolaridade: níveis médio e superior / Salário: R$ 3.392,22 a R$ 7.239,54 / Inscrição: até 29/9

Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão de Rondônia (Sepog-RO) - Vagas: 80 / Escolaridade: níveis médio, técnico e superior / Salário: R$ 3.191,90 a R$ 7.173,80 / Inscrição: até 6/9 

Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência Centro Sul (Cisru-MG) - Vagas: 269 / Escolaridade: níveis médio, técnico e superior / Salário: R$ 954,80 a R$ 7.050 / Inscrição: até 8/9

Consórcio Intermunicipal de Saúde para Gerenciamento da Rede de Urgência e Emergência da Macro Sudeste (MG) - Vagas: 499 / Escolaridade: níveis médio, técnico e superior / Salário: R$ 970 a R$ 7.050 / Inscrição: até 22/9

Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc) - Vagas: 32 / Escolaridade: nível superior / Salário: R$ 4.077,57 a R$ 6.681,53 / Inscrição: até 11/9

Universidade Federal de São Carlos (Ufscar-SP) - Vagas: 12 / Escolaridade: nível superior e pós-graduação (mestrado) / Salário: R$ 2.768,02 a R$ 6.586,66 / Inscrição: até 18/9 

Alvarenga (MG) - Vagas: 143 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 937 a R$ 6.336,14 / Inscrição: até 12/9 

Hospital das Clínicas (SP) - Vagas: 140 / Escolaridade: níveis técnico e superior / Salário: R$ 1.751,74 a R$ 6.000 / Inscrição: até 11/9

Tapira (MG) - Vagas: 8 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 1.200 a R$ 6.000 / Inscrição: até 8/9 

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) - Vagas: 560 / Escolaridade: nível superior / Salário: R$ 4.913 a R$ 5.636 / Inscrição: até 18/9

Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul (CRF-RS) - Vagas: 805 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 1.278,42 a R$ 5.221,55 / Inscrição: até 5/9 

Eldorado (SP) - Vagas: 36 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 937 a R$ 5.164,88 / Inscrição: até 10/9

Jardinópolis (SC) - Vagas: 22 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 1.202,92 a R$ 5.118,96 / Inscrição: até 7/9 

Tomazina (PR) - Vagas: 55 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 1.046,76 a R$ 4.758,03 / Inscrição: até 10/9 

Presidente Prudente (SP) - Vagas: 103 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 1.196,29 a R$ 4.675,97 / Inscrição: até 17/10 

Universidade Federal do Ceará (CE) - Vagas: 44 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 2.403,07 a R$ 4.638,66 / Inscrição: 16 a 24/9

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Vagas: 153 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 1.945,07 a R$ 4.180,66 / Inscrição: até 3/9 

Porto Murtinho (MS) - Vagas: 101 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 937 a R$ 4.050,92 / Inscrição: até 25/9

Morrinhos (GO) - Vagas: 620 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 937 a R$ 3.950,76 / Inscrição: até 10/10

Companhia de Desenvolvimento do Estado de Roraima (Codesaima) - Vagas: 143 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 1.874,00 a R$ 3.200 / Inscrição: até 11/9 

Pombos (PE) - Vagas: 282 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 937 a R$ 3.000 / Inscrição: até 8/10 

Santa Maria (RS) - Vagas: 137 / Escolaridade: níveis fundamental, médio, técnico e superior / Salário: R$ 1.071,91 a R$ 2.720,81 / Inscrição: até 22/9 

Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina (SED-SC) - Vagas: 1.000 / Escolaridade: nível superior / Salário: R$ 644,25 a R$ 2.577,02 / Inscrição: até 12/9

Ourém (PA) - Vagas: 351 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 937 a R$ 2.500 / Inscrição: até 5/9 

Correntes (PE) - Vagas: 155 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 937 a R$ 2.200 / Inscrição: até 1º/10 

Calçado (PB) - Vagas: 117 / Escolaridade: níveis fundamental, médio e superior / Salário: R$ 937 a R$ 2.000 / Inscrição: até 30/9

Irituia (PA) - Vagas: 411 / Escolaridade: todos os níveis / Salário: R$ 937 a R$ 2.000 / Inscrição: até 18/9 

União pela Beneficência Comunitária e Saúde (Unisau/SP) - Vagas: 450 / Escolaridade: níveis fundamental e médio / Salário: R$ 1.240 a R$ 1.550 / Inscrição: até 6/9 

Maiores informações clique aqui

 

Subscribe to this RSS feed
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.