Log in
A+ A A-

General chinês acusado de corrupção comete suicídio

O general chinês Zhang Yang, acusado de corrupção, cometeu suicídio, anunciou nesta terça-feira a agência estatal Xinhua, um caso incomum entre os dirigentes chineses desde que o presidente Xi Jinping iniciou uma campanha de combate à corrupção há cinco anos.

Yang, membro da Comissão Militar Central, se enforcou em sua residência no dia 23 de novembro, indicou a agência. O general era investigado por "grave violação da disciplina" e estava vinculado a outros militares destituídos por corrupção.

"Na investigação foi descoberto que Zhang Yang violou gravemente a disciplina e a lei. É suspeito de ter recebido subornos e não conseguiu explicar a procedência de bens de grande valor", afirmou a Xinhua.

O general Zhang era um dos últimos alvos da campanha anticorrupção do presidente Xi, que envolve tanto o governo como o exército. A operação já puniu 1,5 milhão de integrantes do Partido Comunista Chinês desde 2012, tanto a nível local como nacional, segundo números oficiais.

O general falecido era investigado por supostos vínculos com Guo Boxiong e Xu Caihou, dois ex-militares já punidos por corrupção.

A Comissão Militar Central, presidida por Xi Jinping, é o órgão político mais importante de supervisão das Forças Armadas chinesas.

Media

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.