Secretaria de Saúde inicia trabalho para agilizar atendimento nas áreas de ortopedia e traumatologia

0

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deu mais um passo buscando reorganizar os serviços prestados à população na semana passada.

A nova gestão comandada pelo secretário doutor Fábio Alves, primeiro normalizou o fluxo de cirurgias nas áreas de ortopedia e traumatologia no Hospital Municipal de Paulínia (HMP).

Em seguida identificou grande espera para consulta ambulatorial para as mesmas especialidades, com aproximadamente 2000 pessoas aguardando atendimento.

Numa ação envolvendo planejamento e os profissionais doutora Bernardette Zambotto, doutor Felipe Reque, doutora Cristina e doutor Rached, foi possível organizar pontos que vão aumentar o desempenho da Secretaria de Saúde.

O trabalho já colocado em prática aumentou o número de consultas mensais de 190 para 770, sem gerar novas despesas para os cofres municipais.

“Hora Marcada”

Em paralelo às ações, teve início dentro do HMP o “Programa Hora Marcada”, que garante aos pacientes e acompanhantes maior comodidade, pois os procedimentos acontecem com dia e horário programado.

Segundo o secretário doutor Fábio Alves, a SMS estuda destinar um médico ortopedista para atender em cada uma das quatro regiões da cidade, para que possam ser referência aos profissionais que atendem nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s).

O superintendente da Rede Ambulatorial Felipe Reque, afirma que este é “o novo modelo da SMS e do SUS Paulínia. Resolutivo e humanizado”.

A diretora do HMP, Bernadette Zambrotto, completa ressaltando que o HMP precisa estar integrado a Rede e a “Atenção em Ortopedia e Traumatologia vai iniciar essa conexão, buscando garantir as novas propostas da Secretaria de Saúde”.

O objetivo desta ação é diminuir ou até zerar a fila de espera nos próximos meses, tornando os números aceitáveis.