Obras da ponte da Rhodia seguem em ritmo acelerado e deve ser entregue em quatro meses

0

A construção da nova Ponte da Rhodia segue em ritmo acelerado. Desde o final de janeiro deste ano, quando o prefeito Antonio Miguel Ferrari, o Loira, assumiu a gestão de Paulínia, os serviços como: o encontro das margens entre Paulínia e Campinas, construção de escadas hidráulica com canaletas, conclusão dos pré-moldados, início da movimentação da terra para a pavimentação e drenagem foram realizados. A nova ponte terá 60 metros de comprimento, 17 metros de largura, duas faixas, uma ciclovia, um passeio e está acima do Ribeirão Anhumas.

Quanto Loira assumiu o cargo ele resolveu pendências com a empresa responsável pelo serviço e determinou que os trabalhos fossem acelerados. Ainda está em fase de construção o içamento dos pré-moldados e colocação nas bases de concreto, concretagem final, obras de pavimentação e sinalização. A previsão é que em até quatro meses a ponte seja inaugurada, de acordo com o engenheiro responsável pela obra, Eugênio Miranda, da Etama Construtura.

“Muitas empresas, famílias e trabalhadores foram prejudicados com o fechamento da ponte, mas em breve essa mais essa pendência será resolvida e Paulínia vai voltar a caminhar rumo ao desenvolvimento”, afirmou Loira.

Saiba mais:

No último trimestre de 2018, o ritmo do serviço havia diminuído por conta de pagamentos atrasados. Fechada desde novembro de 2014, por questões estruturais, a ponte ligava Paulínia ao distrito de Barão Geraldo, em Campinas. Quando foi interditada em novembro de 2014, a Ponte, que liga a Avenida Roberto Moreira à Estrada da Rhodia, registrava VDM (Volume Diário Médio) de aproximadamente 4 mil automóveis. A região possui empresas, chácaras e residências.